2 Abril 2020

A importância da diversidade na estratégia de uma companhia

diversidade_TI

Unconscious bias - você já ouviu falar deste termo? Traduzido ao pé da letra como "viés inconsciente", na verdade se trata dos preconceitos inconscientes que muitas pessoas têm. E que precisam acabar de uma vez por todas.

Todos nós temos preconceitos inconscientes. São estereótipos automáticos, não intencionais e que estão enraizados em nossas crenças. Por exemplo, se o pneu do seu carro furar, é provável que você se aproxime de um homem, e não de uma mulher, caso precise de ajuda.

Embora esse pensamento possa parecer inocente, significa problemas quando os unconscious bias chegam aos locais de trabalho.

A pesquisa Delivering Through Diversity, da McKinsey, afirma que:

"a diversidade de gênero, étnica e cultural, principalmente dentro das equipes de executivos, continua correlacionada ao desempenho financeiro em vários países do mundo"

E, quando preconceitos inconscientes são permitidos no local de trabalho, a diversidade sofre. 

Pare tudo para refletir: como são as equipes da sua empresa? Não importa o setor. Elas são plurais e compostas igualmente de diversos sexos, orientações sexuais, cores de pele, religiões, crenças e classes sociais? 

Os esforços de recrutamento podem ser prejudicados por preconceitos inconscientes, como a crença de que apenas homens são adequados para um certo papel ou quem não é formado em uma universidade de renome não está preparado. 

Nenhuma dessas afirmações é verdadeira, lógico. Mas mas se a pessoa encarregada do recrutamento - ou qualquer outro profissional -  mantiver esses preconceitos inconscientes, mesmo sem perceber, será desconsiderado qualquer um que se encaixe nesses grupos. 

O que fazer então? O melhor caminho é transformar a cultura da empresa por meio de ações e treinamentos que levem cada um a reconhecer seus preconceitos inconscientes e no valor de uma equipe diversa.

Inclusive a Universidade de Harvard desenvolveu um teste que ajuda a identificar estes preconceitos. Vale a pena fazer.  

Inovação só se consegue com inclusão e pluralidade de pensamento. A afirmação feita por Ramon Jubels, da KPMG Brasil, não poderia ser mais verdadeira!

 

Conheça os benefícios de ter equipes plurais na empresa:

1- Melhor desempenho e decisões de negócio: O estudo feito pela McKinsey levou em conta 1 mil empresas em 12 países e descobriu que times com diversidade étnica e cultural são 33% mais produtivos. 

O motivo é simples! Uma equipe plural tem diversas trajetórias e experiências de vida diferentes, o que resultará em ideias e abordagens muito diversas. 

2- Melhores resultados: O levantamento da McKinsey também apurou que as companhias que tinham diversidade de gênero em suas equipes têm 21% mais chances de obter rentabilidade acima da média.

Imagine que sua empresa esteja cortando custos e precisa redirecionar investimentos. Pessoas que têm a mesma visão de mundo trarão soluções limitadas e com a mesma linha de raciocínio. 

3- Vantagem competitiva: Empresas plurais têm ideias que as fazem diferentes dos concorrentes. Isso vem, principalmente, dos diferentes repertórios. Empresas diversificadas têm 45% mais chances de aumentar a participação de mercado e 70% mais chances de conquistar um novo mercado.

Mas, para conseguir as vantagens mostradas, é preciso criar um ambiente em que todos se sintam confortáveis, não é apenas abrir as portas. Cada pessoa precisa ser livre para falar e colocar suas ideias sem ter medo de ser recriminado. 

Com certeza, em algum momento da sua vida profissional, você já se sentiu com vergonha de expor uma opinião pelo receio do que os outros iam pensar - o ambiente não permitia isso. 

Hoje grandes corporações não veem apenas a universidade que a pessoa se formou e suas titulações, mas também as experiências de vida. Ter backgrounds diferentes é extremamente importante.

A sua empresa está pronta para ter times plurais e diversos? Já passou da hora de refletir - e levar a sério o assunto.

Comments

Stay Updated on Blog Content

Posts by Topic

see all

Compartilhe esse blog:

Want to know what is coming up?

Visit our roadmap!